quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Palavra do dia - agnosticismo

agnosticismo
 

Entre os que creem na existência de Deus como um facto indiscutível e os que a negam - os ateus -, surgiu uma terceira atitude no século XIX: o agnosticismo, que postula que é impossível para o homem estabelecer se existe alguma forma de inteligência superior, pois tudo o que transcende a experiência é inacessível à mente humana.

A base filosófica do agnosticismo foi cimentada no século XVIII por Emmanuel Kant e David Hume, mas o nome pelo qual conhecemos esta vertente foi criado pelo pensador britânico Thomas Huxley no século XIX.

Agnosticismo  deriva da palavra grega agnostos, formada com o prefixo de privação a- anteposto a gnostos 'conhecimento'. Gnostos provém da raiz pré-histórica gno-, que se aplicava à ideia de 'saber' e que está presente em numerosos vocábulos da língua portuguesa, tais como cognição, cognitivo, ignorar, ignoto, ignorância, entre outros.
Thomas Huxley

Sem comentários:

Publicar um comentário